Fascinantes Mercados Locais

Fascinantes Mercados Locais

  • janeiro 2018
  • Postado Por ABC Turismo
  • 0 Comentários

Visitar mercados é uma forma simples e encantadora de conhecer e aproximar-se da cultura local em uma viagem. Por isso selecionamos os melhores do mundo para que não deixe de conhecer:

Borough Market (Londres, Inglaterra):Borough Market funciona ali há mil anos (literalmente), é um dos maiores e mais antigos mercados da cidade. Começou como uma feira e nos últimos anos ganhou um toque gastronômico mais moderninho, com chefs que têm conquistado prêmios e restaurantes bacanas como Elliot’s Café.

 

Mercado San Miguel (Madri, Espanha): Bem próximo à Plaza Mayor está localizado o Mercado San Miguel, com varia bancas de frutas, petiscos, massas, peixes e muitas outras iguarias espanholas e internacionais. Clima semelhante ao dos mercados municipais das grandes cidades brasileiras, o local é ponto de encontro de madrileños e visitantes, que aproveitam para apreciar tapas, vinhos e comprar produtos frescos.

 

Tsukiji Fish Market (Tóquio, Japão): Muito mais que o maior mercado de pescados do mundo, o mercado de Tsukiji é uma pequena janela da alma de Tóquio. Foi nas ruelas próximas que surgiu a mistura de peixe cru, arroz e vinagre, o sushi, o mais emblemático prato da culinária japonesa. E não só é possível provar delicados cortes de o-toro, a carne gorda do atum, como comprar toda a parafernália para preparar tudo em casa, a começar pelas afiadas facas.

 

Mercado Municipal de São Paulo (São Paulo, Brasil): Inaugurado em 1933, o Mercado Municipal de São Paulo apresenta uma bela arquitetura eclética, com destaque em seus belos vitrais. Seja no café, almoço ou lanche da tarde – um dos melhores programas da capital paulista é, definitivamente passar no Mercadão – como é carinhosamente apelidado pelos paulistanos –para comer os tradicionais pasteis e bolinhos de bacalhau, além da grande variedade de lanches gourmet.

 

 Djemaa el Fna (Marrakech, Marrocos): este é o principal espaço de performances públicas da cidade, a praça concentra todo o tipo de artistas: de equilibristas encantadores de serpentes a videntes e muitos outros personagens. À noite, porém, a praça se transforma em um movimentado mercado, onde se pode apreciar os mais variados exemplos da culinária local.

 

St. Lawrence Market (Toronto, Canadá): Considerado um dos melhores mercados do mundo, o St. Lawrence é um dos locais mais movimentos de Toronto. Em atividade desde 1803, é composto por dois edifícios com propósitos diferentes. O lado norte abriga os mercados de agricultores que oferecem uma ampla variedade de produtos frescos. Já o lado sul abriga uma grande variedade de restaurantes, padarias, delicatéssens, entre outras lojas de alimentos. Aos sábados, a ala norte fica movimentada com aulas e palestras de chefs.

 

Mercado Flutuante em Damnoen Saduak, Tailândia: Os históricos mercados flutuantes da Tailândia eram uma forma rápida e prática para que os produtores de frutas e verduras chegassem aos seus consumidores. Sem boas estradas, mas com uma extensa malha de rios e canais, este era o meio de transporte ideal. Hoje mercados como Damnoen Saduak ainda cumprem sua função original, mas também servem como atrações turísticas – vendedores de produtos agrícolas e outros alimentos reclamam da invasão de barcos que vendem refeições. De qualquer forma, esta é uma visão tão inusitada quanto reveladora.

 

Mercado de Chichicastenango (Guatemala): Um delicioso cruzamento entre o que restou da cultura maia e sua herança gastronômica está no mercado de Chichicastenango, na Guatemala. Não só se encontram cerâmicas, produtos de hortifruti e artesanatos, mas também um pot-pourri das etnias guatemaltecas, em diferentes tipos de vestimentas e idiomas. Onde o espanhol de Cortez é apenas um detalhe, este é um destino tão ou mais nobre que as pirâmides de Tikal.

 

Grande Bazar (Istambul, Turquia): Esse é o maior e um dos mais antigos mercados cobertos do mundo. É impossível ir à Istambul e não passar por, pelo menos, uma parte, dos 300 mil metros quadrados do local. São mais de três mil lojas, casas de chá, mesquitas, cafés e restaurantes. Os tecidos, luminárias, especiarias e joias encantam os turistas. E fica a dica: os turcos gostam muito de negociar preços. Vá com paciência para pechinchar bastante!

 

Mercado de Katmandu (Katmandu, Nepal): Confluência das culturas muçulmana, budista e hindu, o comércio de rua da capital do Nepal tem um charme todo especial. No mercado da cidade, junto com a menina que vende flores para oferendas aos deuses indianos está um rapaz vendendo moderníssimos artigos usados para trekking e montanhismo. Tudo isso misturado as cores locais!

 

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *